janeiro 2015

Você sabe se comunicar?

Tá, eu consigo até ver a sua cara de interrogação daqui, pensando “Que tipo de pergunta é essa? Eu me comunico desde que não era mais um bebê de colo!”.

Sim, eu sei disso. Mas, antes de explicar o porquê dessa pergunta eu quero te contar uma história.

Um casal de velhinhos comemorava os 75 anos de casamento e, sempre que alguém os perguntava qual o segredo para uma união tão duradoura, a resposta era sempre a mesma: é a pontinha do pão.

Diante da cara de estranhamento de quem perguntava, o velhinho se afastava da esposa e explicava “Eu adoro a pontinha do pão! Para mim é a melhor parte, mas há 75 anos eu a dou para minha amada, para agradá-la.”.

Logo, logo, quando o marido se distraía, a velhinha se aproximava e dizia: “O segredo é a pontinha do pão. Eu odeio a pontinha do pão, mas há 75 anos eu a recebo do meu esposo e a como, para não desagradar o meu amado!”.

Pois é. Essa história me foi contada como sendo um lindo e exemplar caso de amor. Mas, será mesmo? Olha que vida horrível desses dois, há 75 anos fazendo algo que não gostam, só porque não foram capazes de expressar de forma clara as suas preferências?

Já imaginou como tudo poderia ter sido diferente? Eles poderiam ter vivido uma vida inteirinha satisfeitos, cada um comendo o que gostava.

Será que eles sabem se comunicar?

E você, sabe? Ao conversar com alguém você consegue deixar claro o que você espera dele? Quando pede para outra pessoa fazer uma tarefa, você explica o que e como quer que seja feito? Ou acha que é tão óbvio que não precisa ser dito, ou que os outros deveriam se esforçar mais para te entender?

Se você se inclinou para a última resposta, então você deve estar bastante familiarizado com uma coisinha chata chamada frustração!

A frustração acontece exatamente aí, quando não conseguimos deixar claro para o outro o que esperamos dele, e as coisas não acontecem do jeito como queríamos, só porque ele não foi capaz de adivinhar!

Quantas vezes você se aborreceu por causa disso? Por quantas vezes já não engoliu um sapo, porque não disse que uma situação te incomodava, que você não gostou de alguma coisa ou não recebeu o que você queria?

Já pensou como seria maravilhoso nunca mais sentir isso e receber sempre exatamente o que você espera do outro? Não seria legal não ter mais problemas de relacionamento por causa disso, não brigar com o namorado(a) que não te tratou como você gostaria, ou não ficar irritado com a sua equipe de trabalho porque a tarefa não foi executada da maneira esperada?

Você pode ter tudo isso! Você pode nunca mais se frustrar com as pessoas por esperar demais! O que você precisa fazer? Só dizer com clareza o que você quer! Simples assim!

O poder de transformar a sua vida, mais uma vez, está em suas mãos! E você pode começar a usá-lo imediatamente, pois só depende de você!

Quer uma vida com mais clareza e menos frustração? Então, vem comigo!

Que tal começar agora mesmo? Diz aí o que você espera desse espaço, o que procura quando vem aqui, para que eu possa te entregar o conteúdo que você quer, da melhor maneira possível! 😉

Como obter o melhor da vida

“Onde quer que você vá, vá com todo o coração.” – Confúcio

Essa frase inspiradora aí de cima entrou na minha vida no meio de um biscoitinho da sorte, daqueles de restaurante chinês. Eu não tenho culpa se o Universo às vezes escolhe meios, hum, peculiares para nos passar seus ensinamentos.

Aquele biscoitinho teve a capacidade de mudar a minha maneira de agir. No dia em que eu o quebrei, o “de qualquer jeito” saiu da minha vida para nunca mais voltar.

Ele me fez perceber que eu tinha que viver inteira e por inteiro! Não importava para onde eu fosse ou o que quer que eu tivesse que fazer, ali eu colocaria a minha alma, o meu coração, eu daria sempre o meu melhor!

Às vezes, no meu dia a dia, tenho que fazer umas tarefas das quais não gosto, ou que acho bobas, irrelevantes, enfim, um desperdício do meu tempo. Vou lá correndo e faço de qualquer jeito mesmo (é só uma bobagem, ora bolas!) pra ficar livre daquilo rápido. Certo? Péééénnnn! Ih, não tinha como estar mais errado!

Em primeiro lugar, temos que nos desfazer dessa visão equivocada de que existem tarefas bobas ou irrelevantes nesse mundo. Nada é menos importante, sabe por quê? Porque tudo está conectado! É como se o mundo fosse uma grande cadeia, em que todas as coisas são interligadas e interdependentes. Assim, se há uma falha na base da cadeia (a tarefa “boba”), todos os outros elos serão prejudicados porque foram afetados, de alguma maneira, por aquela falha ocorrida lá atrás.

Logo, aquele ato, isoladamente considerado, pode até te parecer bobo, mas, quando você se afasta um pouco e vê a vida por uma outra perspectiva, quando desenvolve uma visão holística da coisa, você percebe que aquele ato inicial talvez seja o mais importante, porque dele dependerão todos os outros.

Só olhar por esse lado já nos faz repensar nosso comportamento, certo? Pois espere que tem mais.

Tem outra coisa muito importante (e já te adianto que é nesse calo que o sapato aperta): como esperar o melhor do mundo se você não dá a ele o seu melhor?

Você deseja o melhor da vida, espera e acredita que merece isso, não é mesmo? E você está super certo. Mas, como quer receber isso tudo sem dar em troca o melhor que há em você? Não seria um pouco incoerente?

A coerência entre nossos sonhos, nossos pensamentos, nossos valores e nossas atitudes é a chave para a paz interior. É também fundamental para que recebamos exatamente aquilo que esperamos, exatamente aquilo que damos.

Lembre-se sempre disso! E onde quer que você vá, vá com todo o coração. O que quer que você faça, faça com alma, com vontade. Deixe ali um pouco do melhor que há em você, como quem dá um presente para o Universo! Ele saberá reconhecer e te retribuirá com o melhor que há nele também!

Então, vem por inteiro, vem com alma, vem com o coração, vem com tudo! Então, vem comigo!

Se isso também faz sentido pra você, deixe um comentário aí embaixo ou mande um email para carol@entaovemcomigo.com.br

O pulo do gato – parte 2: Batendo a porta na cara do desânimo.

Já destrinchou com calma toda a sua lista? (Se você não faz ideia do que estou falando, pode se inteirar por aqui).

Agora é hora da dica de ouro para se manter firme e forte nos seus projetos.

Preciso te contar que é bem grande a chance de, em algum momento, você desanimar. Há uma real possibilidade de você receber a visita de um cara meio chato, chamado desânimo, que vai querer causar um reboliço aí na sua cabeça e tentar te fazer desistir.

Mas, ó, não é pra se entregar, não! É pra mostrar pra ele que aqui somos realizadores de alto nível e não vamos nos deixar abater, hein? Seguiremos firmes e persistentes, focados no nosso objetivo.

Fácil falar, né? E fazer, é fácil assim também? Vem comigo que eu te conto…

Eu já andei dando a dica aí em cima, mas, como clareza aqui é lema, vou dizer de novo, com todas as letras: quando bater o baixo-astral, quando você sentir que não é capaz, que o esforço não vale a pena e que não adianta tentar, que essa é uma batalha perdida, CONCENTRE-SE NO RESULTADO!

Lembre-se do quanto aquilo é importante para você. Poxa, se está na sua lista de resoluções de ano novo não pode ser qualquer porcaria, é importante pra caramba, então aja como tal!

Visualize o seu resultado, pense em como você se sentirá bem quando conseguir realizá-lo. Concentre-se nessa sensação e tire daí as forças de que precisa para seguir bem firme no seu propósito.

Não enfie o pé na jaca! Sempre que der vontade de fazê-lo, reavive em sua mente e no seu coração os motivos que levam aquilo a ser tão importante para você. Perceba que se você jacar, dará mais passos para trás, e a linha de chegada fica é na frente. Andar para trás não te aproxima dela. Andar para trás não te levará à vida dos seus sonhos.

Não pense no processo, não se concentre nas dificuldades. Veja somente a sua vitória, o seu sucesso, O SEU RESULTADO! Veja-se vencedor, vencedor de você mesmo, vencedor do desânimo e do baixo-astral, vencedor de todas as forças contrárias, de todos que lhe disseram que não seria possível!

É POSSÍVEL SIM! E eu acredito e confio em você! Então, vem comigo!

Seu comentário será muito bem vindo e tratado com muito carinho, assim como seu email para carol@entaovemcomigo.com.br 😉

O pulo do gato – Tudo o que você precisa saber pra colocar seus planos em ação!

Chega de só planejar, planejar, planejar… Agora é hora de entrar em ação!

Aposto que você, assim como eu, já está com a sua listinha de metas para 2015, certo? Só que muitas vezes você olha para a listinha e pensa “e agora, o que eu faço com isso?”. Sei muito bem como é essa sensação…

Para todos os lados que olhamos vemos mensagens de motivação e esperança, nos dizendo para fazer e acontecer no ano que começa. O problema é que esquecem de dar pra gente o manual de instruções, o modo de usar dessas informações todas!

Então, ao invés de apenas te dizer que você precisa ter metas, vou te dar o pulo do gato, verdadeiras dicas de coach (de quem? Eu te explico aqui), sobre como concretizar os seus objetivos!!!

Ter um objetivo, algo que você pretende alcançar, é fundamental para parar de ficar rodando em círculos e, de fato, chegar a algum lugar (Já falei sobre isso aqui). Só que o objetivo é algo grandioso, é o seu ponto de chegada. Os passinhos até alcançar o seu destino são chamados metas.

As metas são a fragmentação, o passo a passo, para o seu sonho.

Mas agora chega de blá blá blá e vamos logo ao que interessa! Vamos agir! Pegue a sua listinha de planos para 2015. Se não tiver feito uma ainda. Pare agora, faça e só depois volte, ok?

Tudo pronto? Vamos em frente. Pegue cada um dos seus objetivos e divida-os em pequenas metas. Para facilitar a visualização, vamos pegar um exemplo: Emagrecer.

Pra começo de conversa, tem que ficar bem definido o quanto você pretende emagrecer, senão você não saberá se atingiu ou não o objetivo. Se você emagrecer 200 gramas ou 20 quilos, você emagreceu, mas viu o tanto que é diferente?

Então, tem que estar bem claro o quanto de peso você quer perder. Logo, o novo objetivo fica assim: emagrecer 10 quilos até 31.12.2015.

Agora você vai fragmentá-lo em pequenas metas. Por exemplo: 1-marcar consulta com o nutricionista. 2- escolher academias próximas à minha casa ou trabalho. 3-fazer a inscrição na academia. 4-montar o cardápio da semana de acordo com a dieta. 5-fazer a lista de compras de acordo com a dieta. 6-…

Viu como é?

E, para que você consiga acompanhar o seu progresso, suas facilidades, dificuldades e pontos que precisam melhorar, faça metas semanais. Aí, no sábado ou domingo, você tira um tempinho só para avaliar como foi a semana, o que deu certo e deve ser mantido, o que precisa de ajustes, como você pode obter melhores resultados.

Bom, eu ia dizer agora que, para dar certo, você precisa estar comprometido com seu objetivo, que tem que querer muito aquela coisa e tem que se dedicar a ela, mas, eu achei melhor deixar isso pra lá, porque eu sei que se você está aqui comigo é porque já passou dessa fase e quer DE VERDADE uma mudança na sua vida.

Ah, eu tenho mais uma dica de ouro pra te dar, talvez a mais preciosa nesse processo!!! Só que, para não confundir demais a sua cachola, vou deixá-la para amanhã. Assim você pode trabalhar com calma a sua listinha, fragmentando suas metas, e esse post não fica gigante e cansativo, combinado?

Ficou com alguma dúvida sobre como por em prática tudo o que eu disse? Não se acanhe, não! Deixe um comentário ou, se preferir, mande um email para carol@entaovemcomigo.com.br que terei o maior prazer em te ajudar, ok?

Vamos fazer acontecer? Então, vem comigo!

Página 2 de 212