7 Razões para Ser Você Mesmo

Você sempre escuta por aí que deve ser você mesmo. Que deve ser autêntico, verdadeiro e assumir ao mundo a sua personalidade, sem se preocupar com o que os outros vão pensar.

Bom, eu concordo em gênero, número e grau, e hoje vou te dar 7 razões para parar de tentar agradar as pessoas e simplesmente ser você mesmo!

Vamos lá?

1.  “Be Yourself. Everyone else is already taken.” – Oscar Wilde.

Seja você mesmo. Todas as outras personalidades já têm dono. – Essa é a tradução (que não retrata muito bem, preciso dizer) de uma das minhas frases preferidas.

Há mais de 7 bilhões de pessoas no mundo. Mas elas são elas e você é você. Você não pode ser nenhuma delas, então não perca seu tempo tentando, ok?

Parece meio ofensivo, eu sei, mas é profundo e brilhante! Para que perder seu tempo e energia tentando ser alguém que você não é de verdade? É cansativo, desgastante e, como você pôde perceber, uma batalha perdida.

“Mas Carol, eu não gosto de quem eu sou!”

Será mesmo que você não gosta de quem você é? Será que você não tem medo de que as pessoas não te aceitem ou achem que você é inadequado?

Sério. Reflita sobre isso: por que você não gosta de quem você é? Será que você se conhece o suficiente para dizer se gosta ou não? Ou será que é igual a uma daquelas crianças que diz que não gosta de brócolis sem jamais ter experimentado? Será que você tem clareza sobre quem é ou será que vive obcecado e focado em quem você não é?

Você nunca apreciará a si mesmo se não tirar um tempinho para se conhecer. Então, separe logo uns preciosos momentos para saber mais sobre você.

E sabe o que acontece quando faz isso? Você se apaixona perdidamente por si mesmo e fica cada mais difícil (quiçá impossível) tentar ser outra pessoa.

2. Você nunca mais duvidará do amor das pessoas.

Lembra do que conversamos ali em cima sobre ter medo de que as pessoas não gostem de quem você é? Quando você é verdadeiro e autêntico esse medo desaparece, pois as pessoas que ficam ao seu lado só estão ali porque gostam de como você é, não porque você está interpretando uma personagem que considera mais adequado e aceitável!

Isso não é incrível? Eu tenho certeza que as pessoas que estão ao meu lado me amam por mim, pois é só isso que eu mostro a elas, o que eu sou de verdade!

É claro que talvez algumas pessoas se afastem de você, afinal ninguém é obrigado a gostar da gente! As pessoas são diferentes e gostam de coisas diferentes e tá tudo bem! Como diz o ditado: o que seria do azul se todo mundo gostasse do amarelo?

A boa notícia é que você sempre encontrará a sua turma! Sempre haverá quem goste de você do jeitinho que é, sem tirar nem pôr. Talvez você esteja tentando se “encaixar” na turma errada, ou talvez as pessoas que te rodeiam vão amar alucinadamente a pessoa que você é de verdade, mas a única maneira de descobrir isso é…. SENDO VOCÊ MESMO!!!

3. Você evita frustrações.

Se hoje você tenta se esconder ou ser diferente do que é de verdade, tem uma motivação para isso. E, seja qual for a sua motivação, já posso te adiantar que ela é errada!

Talvez esteja buscando a aprovação ou amor de uma pessoa, talvez queira fazer parte de um grupo, conseguir um trabalho, enfim, motivações externas.

O problema de fazer isso é que você pode não obter os resultados que espera. Pode ser demitido do trabalho, ser rejeitado pelo grupo ou aquela pessoa cujo amor você buscava pode te desapontar muito e as coisas não saírem exatamente como o planejado. E quando isso acontecer, ah meu amigo, você conhecerá a famosa frustração e dirá aquelas célebres palavras “Mas depois de tudo que eu fiz por você?”.

E de repente você se vê interpretando um papel sem obter a recompensa esperada. Você não é verdadeiro e nem tem aquilo que desejava. Você tenta responsabilizar o outro e se sente injustiçado por tudo que aconteceu, uma verdadeira vítima.

Só que todo esse dissabor e frustração podem ser evitados. Sim! Você pode (e deve) simplesmente ser você mesmo e se as coisas não saírem do jeito que esperava, você apenas sacode a poeira e segue em frente. Não haverá mais aquela sensação de que perdeu o seu tempo (ou até mesmo toda a sua vida) se esforçando para agradar alguém que não honrou o seu esforço e te machucou.

4. Viver fingindo é muito cansativo.

Se você ainda não se convenceu por nenhum dos motivos acima, saiba que viver tentando ser outra pessoa é extremamente trabalhoso e cansativo! Palavra de quem passou quase a vida inteira fazendo isso!

Pois é! Eu vivi durante muitos anos encenando personalidades e tentando ser diferente do que eu era de verdade, inclusive fisicamente! Claro que naquela época eu não sabia o que estava fazendo, não sabia nem mesmo quem eu era de verdade, mas, ao invés de tentar descobrir, eu tentava ser como as pessoas que eu achava legais. Se eu sofria? Ô… Olha, só posso te dizer uma coisa, sou eternamente grata pelo momento que resolvi jogar tudo pro alto e apenas ser eu. Foi daquele momento para frente que e pude conhecer o verdadeiro significado da palavra felicidade!

Mas como eu estava dizendo, é extremamente desgastante e trabalhoso ter que pensar em cada gesto, cada fala, cada gosto, ou seja, ter que pensar em tudo que se vai fazer, afinal, não queremos ter atitudes erradas ou inadequadas, não é mesmo?

Esses dias eu vi um filme em que a menina fingia ter sotaque britânico. Ela não podia falar nenhuma palavra sem forçar o sotaque e tinha que se policiar o tempo todo. Imagina o quanto é trabalhoso uma coisa dessas? Ah, e adivinhe o que aconteceu? É claro que ela deu uma escorregada e não conseguiu se manter no papel durante todo o tempo!

Então, lembre-se, se você começar a ser uma pessoa diferente, terá que ficar bem atento e despender muita energia para manter o sotaque!

5. Essa é a sua missão!

Você veio ao mundo para ser exatamente quem você é! Em última instância, pode-se dizer que essa é sua missão, esse é o seu propósito de vida!

Você não nasceu para agradar as pessoas, realizar os sonhos da sua mãe ou as vontades do seu pai. Você veio ao mundo com uma única tarefa a ser cumprida (e eu não disse que ela seria fácil. Só para constar!): saber quem você é de verdade, conhecer-se profundamente, ser você mesmo, sem qualquer “se”, “mas”, “porém” ou condição, e saber se amar e respeitar por isso!

Como eu já escrevi em um texto anterior, o que vem depois não é nada além dos desdobramentos e consequências naturais desse autoconhecimento!

6. Assumir quem você é faz muito bem para a sua autoestima.

Grande parte do seu poder pessoal reside em assumir quem você é de verdade. Quando você se conhece, se ama, se respeita e decide que não será nenhuma outra pessoa no mundo a não ser você mesmo, a sua autoestima sofre os reflexos positivos dessa atitude.

Ao se assumir para si mesmo e para o mundo, você passa a se admirar mais e se dá o necessário valor e reconhecimento. Isso dá início a um verdadeiro ciclo virtuoso, afetando sua autoconfiança, sua determinação, sua segurança, suas ações, seus relacionamentos.

O mundo, é claro, reage à sua atitude, retribuindo-te com o mesmo respeito e reconhecimento com que você se trata.
Este foi o ponto da virada da minha vida, o momento a partir do qual tudo se transformou para mim e os frutos dessa escolha são colhidos até hoje em uma vida recheada com muito amor-próprio e realizações.

7. Você muda o mundo!

Quando você faz a escolha de ser você mesmo, dá autorização às pessoas para fazerem o mesmo por elas. Você lhes mostra que há vida além da encenação e que a verdadeira felicidade acontece no momento em que as máscaras caem e a verdadeira essência se torna livre para emergir à superfície e se mostrar ao mundo!

Você contribui para um mundo com mais verdade, autoestima, autoconfiança e amor-próprio. Você se torna a mudança!

Então, como diria meu velho amigo Gandhi “Seja a mudança que você quer ver no mundo.” Seja você mesmo.

Então, vem comigo!

Me ajude a espalhar essa mensagem! Deixe o seu comentário aqui embaixo e compartilhe com os amigos! Vamos juntos pelo mundo que queremos!

P.S.: Se você ainda não faz parte da minha Lista Vip, cadastre-se aqui do lado e receba gratuitamente o Livro Digital “3 Atitudes para Fortalecer a Autoestima pelo Autocuidado”!