Eu queria que esse momento durasse para sempre…

Sabe aquela coisa que foi tão boa para você, mas tão legal, que você queria que nunca acabasse? Nem precisou pensar muito para se lembrar, não é mesmo?

Todos já passamos por isso. Todos temos aquele momento que queríamos que durasse por toda a eternidade, e que sofremos absurdamente muito ao percebermos que ele já passou.

“Eu queria que o tempo parasse agora e esse momento durasse para sempre…” E nos agarramos com todas as forças àquilo, lutamos contra tudo para que aquilo nunca acabe. Às vezes, já acabou, mas nós simplesmente nos recusamos a aceitar e continuamos tentando resgatar, repetir aquele momento. A gente quer que ele dure por toda a eternidade, esqueceu?

E o que é a eternidade, senão a sucessão infinita de pequenos momentos?

Tornar eterno não é tentar parar o tempo. Eternizar não é querer prender no presente um momento, uma pessoa, uma coisa, um animal… Eternizar é entregar-se ao fluxo da vida, é perceber que uma coisa se vai, para que o novo aconteça. Até a hora em que o que era novo, também precisa se renovar.

O que você viveu já se tornou eterno. Aquele momento incrível, aquela pessoa especial, tudo já está registrado para sempre na sua memória, no seu coração, e isso não vai mudar! 

Tenha sabedoria e leveza para deixar a vida seguir o seu fluxo, permitindo que os momentos aconteçam, surpreendendo-se com quantas coisas legais acontecem quando você se conecta com a energia da renovação, quando você se torna consciente da impermanência!

Tudo está se renovando agora, inclusive dentro de você! No seu corpo, várias células novas são criadas, o tempo todo, para entrarem no lugar daquelas que não mais lhe são úteis. Você É a renovação! Então aceite que ela também acontece fora de você!

Permitir que a vida siga o seu fluxo é levar a experiência de viver para um outro nível. É estar presente, consciente, leve… É também livrar-se do sofrimento que assola o coração sempre que tentamos insanamente nos apegar a uma coisa, que, por sua vez, precisa passar.

Então, entregue-se, liberte-se. Deixe ir. Deixe vir…

Então, vem comigo!