Para quando o desânimo bater

Em algum momento você se sentirá cansado. Sentirá que luta uma batalha perdida, começará a se questionar se o seu trabalho tem valor e chegará pensar em desistir. Imprima esse texto, leve-o com você e, quando o momento chegar, lembre-se do que vou te dizer agora.

Seja qual for a sua luta, seja qual for a sua missão, seja qual for o seu trabalho, ele tem valor diante do mundo.

Todos nós temos uma missão, um propósito, uma tarefa que nos foi confiada e que devemos executar.

Não importa o quão grandiosa sua missão possa parecer aos outros ou da pequenez de que lhe possam acusar, ela é sua, e nenhuma outra pessoa no mundo pode se apropriar dela ou executá-la por você. É a sua tarefa e deve ser cumprida com dedicação, amor e fé.

Seja qual for a sua missão, ela repercutirá e impactará positivamente o mundo. Se o seu propósito for libertar a humanidade do sofrimento, estimular o desenvolvimento humano ou simplesmente ser autêntico e genuinamente você, ele lançará no mundo uma fagulha, que se transformará em chama e incendiará almas e corações em busca de transformação, amor e paz.

Às vezes, temos a sensação de que lutamos em vão. Às vezes pensamos que não há ninguém a ouvir nossas mensagens ou a compartilhar nossos pensamentos. Chegamos a acreditar que lutar não vale a pena e que nos equivocamos ao escolher viver a nossa missão.

Sim, eu sei como se sente. Pode ter certeza que muitos de nós experimentam ou já experimentaram essa sensação. Mas, o fato de ser compartilhada por muitos não quer dizer que ela seja verdadeira. Não!

A nossa missão é algo muito maior do que a gente. E, justamente por ser maior do que nós, muitas vezes ela produz seus resultados em lugares que os nossos olhos ainda não conseguem alcançar.

A nossa mensagem se espalha e se propaga. Propaga-se no tempo, no espaço, passa de boca em boca, de gesto em gesto, de exemplo em exemplo, e alcança exatamente quem deveria alcançar.

Muitas vezes aqueles que nos escutam, nos veem ou leem nossos escritos não são os destinatários da mensagem que trazemos, mas meros instrumentos para que ela alcance quem verdadeiramente precisa dela.

O que eu te escrevo pode até não fazer sentido para você agora, mas as palavras foram lançadas e um dia alguém ao seu lado precisará ouvir exatamente o que eu digo agora. Provavelmente isso sequer chegará ao meu conhecimento, mas, do lado de cá, meu coração está aquecido porque eu acredito e vivo o meu propósito.

Sim, talvez a gente não presencie as transformações, a gente não veja os resultados acontecerem diante dos nossos olhos, mas, só porque você não presenciou os impactos que sua mensagem causou em alguém, não quer dizer que ela tenha sido em vão.

É como o semeador, que talvez nunca veja germinar a semente que lançou à terra. Talvez nunca veja a linda árvore em que ela se transformará, mas o seu filho se aproveitará de sua sombra e se alimentará de seus frutos.

Nunca faça calar a sua voz por medo de que ninguém lhe ouça. Nunca interrompa o seu trabalho por acreditar ser em vão. Nunca deixe de lutar pelo que acredita e nunca deixe de acreditar em você.